O Grupo RBS, cujo CEO é Eduardo Sirotsky Melzer, inovou recentemente ao lançar tablets do modelo Galaxy Tab E acompanhados com a assinatura do jornal gaúcho Zero Hora. Com a finalidade é acompanhar o crescente aumento de leitores de notícias online, a empresa fechou uma parceria com a Samsung, batizando o aparelho de ZH Tablet.

O aparelho, que tem uma tela de 9.6 polegadas e conexão Wi-Fi, é como qualquer outro tablet, com a diferença de ter a homepage, isto é, a página inicial do navegador controlada pelo jornal Zero Hora. Desse modo, o jornal pode colocar as marcas que o patrocinam nesse espaço, criando assim uma estratégia de marketing inovadora e até então pouco explorada.

O tablet, além de ser entregue em casa, também é distribuído por uma equipe que auxilia os assinantes a como utilizá-lo e conectá-lo à rede de internet. De acordo com o presidente do Grupo RBS, Eduardo Sirotsky Melzer, o sucesso dessa iniciativa já pôde ser observado desde o período da pré-venda quando mais de 4 mil pessoas se cadastraram na lista de espera desse novo modelo de assinatura. Entre esse número, cerca de 20% eram de pessoas interessadas em assinar o jornal pela primeira vez.

Simples e acessível com apenas um clique, a versão online do jornal Zero Hora foi desenvolvida com um software que informa os hábitos de leitura do usuário a empresa. Segundo Duda Melzer, essa foi a forma encontrada pela RBS de interagir melhor com o seu público e conhecer as suas preferências. Com esse software é possível saber onde os usuários mais clicaram e qual o tempo médio gasto em cada ação.

Através da análise desses dados, o jornal conseguirá desenvolver um conteúdo mais específico de acordo com as preferências do leitor. E, além disso, também poderá utilizar essas métricas para que os anunciantes consigam mensurar o retorno obtido com os seus anúncios, destaca Eduardo Sirotsky Melzer, também conhecido como Duda Melzer.

Em relação aos preços, a assinatura mensal do Zero Hora pelo ZH Tablet custa R$ 109,90, enquanto a assinatura do jornal impresso sai pelo valor de R$ 85,40 ao mês. Ao contratar a assinatura pelo ZH Tablet, o cliente precisa concordar em mantê-la pelo período mínimo de 1 ano, pois esse é o prazo determinado pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) para esse tipo de serviço.

De acordo com pesquisas realizadas pela RBS, o principal público-alvo dessa ação são os leitores que não possuem apego ao jornal impresso mas que, ao mesmo tempo, se interessam em ler diariamente as principais notícias em um formato mais tradicional, e não através da internet, ressalta o empresário Eduardo Sirotsky Melzer.

Além do ZH Tablet, a RBS e o seu presidente, Eduardo Sirotsky Melzer, também estão constantemente criando novos conteúdos e aplicativos focados em melhorar a experiência individual de cada usuário.