Depois de ter lançado dois primorosos álbuns voltados para a música italiana, o "Dolce Vita" - interpretando músicas populares -, e "Nessun Dorma: The Puccini Album" - com árias do compositor toscano -, o tenor alemão Jonas Kaufmann acaba de lançar um novo CD reunindo exclusivamente composições francesas.

Em "L'Opera", Jonas Kaufmann interpreta árias bem conhecidas do repertório lírico, compostas por Charles Gounoud (1818-1893), Georges Bizzet (1838-1875) e Massenet (1842-1912), entre outros franceses.

Fenômeno na Europa, com mais de 20 álbuns lançados, o tenor alemão não conquistou, por aqui, o mesmo prestígio que tem lá fora.

Raros são os álbuns de Jonas Kaufmann que estão à venda no Brasil - problema semelhante há com outros destaques da música erudita contemporânea, como a violoncelista argentina Sol Gabetta e o pianista chinês Lang Lang, para ficar em apenas dois exemplos.

A única apresentação do tenor italiano no Brasil foi há um ano, em um disputado recital na Sala São Paulo, acompanhado apenas por um pianista.

Movimentada, sua agenda de recitais e participações em óperas tem datas confirmadas até julho de 2018 - nenhuma delas no Brasil.