A 4ª Festa Literária de Maringá confirmou nesta quinta-feira (5) a participação dos escritores brasileiros Leticia Wierzchowski, J. P. Cuenca, Ferréz e Raphael Montes.

Forte nome do movimento negro, Kiusam de Oliveira também chegou a ser anunciada, mas a Secretaria de Cultura voltou atrás e sinalizou que a autora "não poderá vir".

Entre os nomes estrangeiros confirmados estão Carlos Moore (cubano radicado no Brasil), Rui Vieira Nery (musicólogo português) e de Vítor Nogueira (autor português completamente desconhecido no Brasil).

A vinda do premiado poeta e romancista lusitano Gonçalo M. Tavares - um dos nomes indicados pelo O Diário para a Flim deste ano - está em "negociação avançada", segundo a Secretaria de Cultura, e o autor deve confirmar presença na próxima semana.

Músical

A Flim deste ano não terá o tradicional show de abertura - que já contou com Tom Zé e Jorge Mautner em edições anteriores -, conforme O Diário havia adiantado com exclusividade em julho deste ano.

Em compensação, o músico pernambucano Antônio Nobrega, que integrou o grupo Quinteto Armorial, fará uma "aula-espetáculo" acompanhado por "outros três ou quarto músicos", segundo o curador Antônio Carlos Sartini.

Além de ler um trecho de seu livro - ainda inédito -, Ignácio de Loyola Brandão fará um pocket-show. Conforme o autor adiantou ao Diário, ele estará acompanhado por sua filha e por um músico.

Papo firme

Entre os dias 26 a 29 de outubro, a Flim contará, ainda, com um espetáculo de Gero Camilo, e com a participação dos autores José Roberto Walker, Luiz Ruffato,Cristiane Costa, Carol Rodrigues e João Anzanello Carrascoza.

Divulgação
Leticia Wierzchowski, autora de "A Casa das Sete Mulheres": confirmada na Flim