No âmbito político e social muito se fala a respeito de inclusão social, porém ainda são poucas as manifestações culturais que a colocam no pedestal de uma amostra. Na exposição do projeto social Ita Vita, que tem início em 14 de janeiro de 2018, no Centro Cultural do Conjunto Nacional, em São Paulo, da fotógrafa e idealizadora Giselle Bohnen, a deficiência não é vista como a pedra fundamental da inclusão social, mas sim a capacidade que cada indivíduo carrega independentemente de suas limitações.

A exposição traz um olhar reflexivo, onde cada visitante tem a oportunidade de entrar na vida de crianças e adolescentes com deficiência, conhecendo sua personalidade, sua convivência com a família, suas conquistas diárias e dificuldades perante a sociedade. Em um ambiente de descontração e acolhimento, proporciona ao público a experiência da inclusão social e como as diferenças enriquecem o nosso convívio em sociedade, despertando empatia e interesse, não nas deficiências em si, mas no ser humano em sua totalidade além de qualquer diagnóstico médico. A exposição é composta por 30 imagens, acompanhadas por relatos dos pais, nos aproximando dos sentimentos que são proporcionados com o convívio com essas crianças.

A cada clique, Giselle revela um olhar, um sorriso e uma maneira de existir de forma plena. O convívio das famílias com as crianças é relatado em cada detalhe que compõe a cena. “Como qualquer outro indivíduo, a pessoa com deficiência não se define por suas limitações, mas sim por suas capacidades, sua personalidade e sua forma de existir no mundo, através dos seus relacionamentos e anseios como ser humano. A sociedade inclusiva é essencial para o respeito às diferenças, criando oportunidades de desenvolvimento, produtividade e socialização para todos”, explica Giselle.

A fotografia, mais do que registrar momentos, é uma importante ferramenta social. Através dela, a inclusão social é mostrada na sua forma mais essencial, pois, mais do que apenas falar e discutir inclusão, a fotografia nos faz sentir como ela existe e como podemos interagir com ela.

A amostra conta ainda com a curadoria de Valkiria Iacocca, responsável pela área de projetos culturais do Conjunto Nacional e com a participação especial do Doutor Emílio Figueira, especialista na área de inclusão há trinta anos, com uma abrangente variedade de títulos e artigos publicados, que colaborou com os textos que fecham a exposição com chave de ouro.

Serviço

Exposição Fotográfica Ita Vita
Criação e Realização: Giselle Bohnen
Curadoria: Valkiria Iacocca
Fotógrafa: Giselle Bohnen
Participação especial dos fotógrafos Vanessa Dutra e Rodrigo Marrano.
Data 14/01/2017 ao dia 03/02/2018*
Horário: De segunda a sábado das 9:00 às 22:00 horas
Domingos e feriados das 10:00 às 22:00 horas.
* No dia 03/02 até as 17h.
Local: Espaço Cultural Conjunto Nacional
Endereço: Avenida Paulista, 2073 – Piso Térreo – São Paulo



Website: http://www.projetoitavita.com