É preciso um olhar atento e muita sensibilidade para enxergar o que está por trás de cada obra de arte que ficará exposta na sala especial do Instituto Olga Kos durante a Bienal de Artes do SESC-DF. Das 32 obras que serão apresentadas na exposição, 20 são releituras feitas pelos participantes dos projetos de arte e cultura desenvolvidos pelo Instituto para crianças, jovens e adultos com deficiência intelectual. As outras obras são de artistas consagrados que ensinaram suas técnicas nas oficinas do IOK, entre eles: Claudio Tozzi, Antonio Petiscov, Takashi Fukushima, Ivand Granato, Carlos Araújo, Verena Matzen, Isabelle Tuchband, Marcello Grassmann, Yutaka Toyota e Caciporé Torres. "Ficamos muito felizes com o convite do Sesc-DF. Neste evento teremos a oportunidade de mostrar não apenas o trabalho que desenvolvemos, mas também mostrar que com a oportunidade dada, todos são capazes. A deficiência intelectual não é um limite para quem faz arte", comentou Olga Kos, vice-presidente do IOK.

A participação na Bienal das Artes do SESC-DF é uma deferência especial ao Instituto Olga Kos, uma associação sem fins econômicos, que desenvolve projetos artísticos e esportivos, aprovados em leis de incentivo fiscal, para atender, prioritariamente, pessoas com deficiência intelectual e destinando parte das vagas dos projetos, para pessoas sem deficiência que se encontram em situação de vulnerabilidade social e residem em regiões próximas aos locais onde as oficinas são realizadas.

O IOK realiza oficinas em cerca de 40 locais espalhados pela cidade de São Paulo e o trabalho do Instituto vem recebendo o reconhecimento da sociedade e sucessivas premiações como a Medalha Anchieta, a Ordem do Mérito Cultural, a Salva de Prata e foi eleita pela Revista Época como uma das 100 melhores entidades do terceiro setor, no Brasil. "Acreditamos que a nossa Bienal é um lugar excepcional para a exposição do trabalho realizado pelo Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural. A experiência das oficinas com a presença de renomados artistas e de pessoas com deficiência será muito significativa para o avanço da consciência cívica em nosso país", afirmou o Diretor Regional do SESC-DF, José Roberto Sfair Macedo, no convite oficial enviado ao IOK. No documento o diretor do SESC-DF ressalta que "a participação do IOK foi aprovada pela Comissão Curadora da II Bienal, pois o tema da inclusão e da arte como didática e processo de integração é especialmente caro ao SESC e ao espírito da Bienal".

A Bienal das Artes do Sesc-DF apresentará ao todo 100 obras nas categorias arte digital, desenho, escultura, fotografia, gravura, objeto tridimensional e pintura, escolhidas por cinco curadores: Jacob Klintowitz, Enock Sacramento, César Romero, Rinaldo Morelli e Maurício da Silva Matta.

Serviço - Bienal das Artes Sesc-DF
Abertura: 26 de junho, às 19h
Data: 27 de junho a 26 de julho
Horário: das 10h às 22h (horário do shopping)
Local:  Pátio Brasil Shopping - Setor Comercial Sul, Quadra 07, Bloco A - Asa Sul, Brasília - DF,

Entrada Gratuita



Website: http://www.institutoolgakos.org.br