Eucalipto é o tipo da madeira que compõe a estrutura do Teatro Barracão. Ele surgiu no cenário maringaense em 1988, por meio de um projeto do governo do Estado que construiu uma série de teatros seguindo o mesmo modelo.

Na história do Barracão, que chegou a ser o principal espaço das artes cênicas na cidade, já passaram os atores Gianfrancesco Guarnieri, Kate Hansen e até mesmo Paulo Autran atuou no local, como protagonista das peças "Quadrante", em 1988, e "A vida de Galileu", em 1989.

Há, sem dúvidas, todo um charme que resistiu ao tempo e que continua a envolver o teatro. Seu estilo rústico, sua sobriedade e o ambiente intimista resultam, automaticamente, numa simpatia inevitável, fugaz, arrebatadora. Claro que há diferenças entre o teatro de agora e o espaço do final da década de 1980: naquela época, quando o desenvolvimento urbano encaminhava a passos lentos, a plateia não sofria com o coral dos automóveis e das motos que, quase sempre em alta velocidade, passam em redor do Barracão e interferem nas performances artísticas.

Na entrada principal, não há acesso para cadeirantes. No entanto, quando há casos de espectadores com necessidades especiais, a organização do espetáculo têm à disposição as portas laterais, que possibilitam o acesso do espectador ao teatro.

Prato
Serviços
Formas de pagamento
Endereço e contato
  • Praça Nadir Cansian, Zona 07, Fone: (44)3901-1121
  • Facebook
  • Site