Quando o auditório Joubert de Carvalho foi inaugurado, gozava o privilégio de ser o principal espaço cultural da cidade. O grande centro das manifestações artísticas, no entanto, foi um status efêmero. Com o surgimento do Calil Haddad, tudo mudou. Até mesmo o piano do músico Joubert de Carvalho mudou de lugar. Rapidamente transportado do auditório para dentro do Calil Haddad, o piano simbolizou o que aconteceu com as demais atrações que passaram pela cidade.

Assim, o auditório modificou completamente sua agenda de atrações. O local passou a reunir grupos de crianças apresentando-se para os pais no final de ano, serviu como espaço para reuniões, contações de histórias infantis, atividades desenvolvidas na Biblioteca Municipal e noites de autógrafos, como fizeram os literatos Marcos Rey e Ignácio de Loyola Brandão.

Não há nenhuma informação do lado externo do prédio que indique a existência do anfiteatro Joubert de Carvalho. Acoplada à Biblioteca, a sala é agradável, possui ar condicionado e as poltronas disponíveis são confortáveis. Se você chegar cedo, escolha as poltronas localizadas no meio das fileiras. Devido ao pequeno espaço entre elas, os demais espectadores enfrentam algumas dificuldades para alcançar seus lugares. Não há acesso para cadeirantes.

Prato
Serviços
  • Ambiente com ar condicionado
Formas de pagamento
Endereço e contato