Dentro do auditório do SESC, não cabem todas as boas histórias que resultaram na sua existência. Foi no pequeno espaço que muitos casais se conheceram, por meio dos tradicionais bailes realizados entre 1975 e 1980. Se o auditório foi uma espécie de cupido, foi ao mesmo tempo um espaço para acontecimentos mágicos. O Festival de Música da Cidade Canção (FEMUCIC), por exemplo, começou ali. Quem diria que Gilberto Gil, um dos jurados do Festival, resolveria presentear a plateia com uma "canjinha", subindo ao palco com um violão a tiracolo?

Ou então, quem poderia prever que o pianista César Camargo Mariano, que integrava a comissão julgadora numa das edições do Festival, gostaria tanto do piano do SESC? Quem viu, simplesmente não acreditava. No encontro entre os músicos participantes do FEMUCIC, César Camargo Mariano começou a tocar a 1h30 da manhã e só parou por volta das 6h30, após executar uma série de canções e até mesmo compôr músicas no local. O mais bacana? O velho piano permanece no palco do auditório.

O local costuma ser utilizado para a realização de debates, palestras, oficinas literárias e espetáculos musicais de pequeno porte. Não há poltronas fixadas no chão. As cadeiras, móveis, podem ser ajeitadas e distribuídas conforme a necessidade do evento. Uma das coisas mais bacanas do auditório é a relação de proximidade entre plateia e palestrantes. Dependendo da atração do circuito do SESC, você corre sérios riscos de ficar frente a frente com um de seus ídolos.

Prato
Serviços
Formas de pagamento
Endereço e contato
  • Rua Lauro Eduardo Werneck, nº 531 , Zona 07, Fone: (44)3262-3232
  • Facebook
  • Site