Um dos principais pontos gastronômicos da cidade, o Mercadão vai contar até o final do ano com três novas casas: um restaurante exclusivamente árabe, outro voltado à gastronomia internacional - com cardápio que ainda não está totalmente definido - e uma pastelaria.

Outra novidade é a mudança no horário de funcionamento dos bares e restaurantes, que, a partir deste final de semana, passam a funcionar aos domingos, das 11h às 23h.

"Costumávamos fechar, aos domingos, por volta das 16h. Estamos atendendo um pedido dos clientes, que procuram lugares para almoçar e jantar, mas só encontram filas em estabelecimentos lotados. Abrir nesse novo horário será muito melhor para todos'', diz Guilherme Morroni, um dos sócios-proprietários do Daásu Sushi Bar.

MEAL PASTEL

Bacalhau, carne seca, chocolate, queijo com goiabada: essas são algumas das opções mais pedidas pela clientela da Cia do Pastel, que há 29 anos tem um ponto na Feira do Produtor e a partir da terceira semana de outubro também estará presente no Mercadão, com a Meal Pastel.

O tradicional pastel da feira maringaense é administrado por Yoshi Tahashi, 56, que começou auxiliando os tios na pastelaria da família. Em seguida, resolveu investir no próprio negócio, abrindo duas bancas em feiras maringaenses.

Tahashi hoje conta com a ajuda de dois irmãos e uma irmã que o auxiliam desde a compra dos ingredientes até o preparo do pastel. A ideia do novo negócio surgiu com o convite que partiu da administração do Mercadão. "Tenho expectativa de que a pastelaria vai atrair um público bom, vindo das escolas e das faculdades próximas'', afirma.

A origem do pastel no Brasil está intimamente relacionada com a comunidade nipônica. A história desse alimento começou em 1890, inventada por imigrantes chineses no Estado de São Paulo, que adaptaram a receita dos rolinhos da primavera com ingredientes disponíveis no Brasil.

A popularização desse quitute veio mesmo pelas mãos dos imigrantes japoneses que, por ocasião da Segunda Guerra Mundial, abriram diversas pastelarias e se passaram por imigrantes chineses.

No Mercadão, o Meal Pastel vai abrir de terça a domingo, das 8h às 20h. "O cardápio vai ser o mesmo da Cia do Pastel, mas com uma nova equipe preparada para agradar todos os clientes".

Previsão de abertura: a partir da terceira semana de outubro.

RESTAURANTE MANAIA

Com pegada de gastronomia internacional, o projeto do novo estabelecimento está em andamento e em fase de definição de cardápio. O açaí típico é um dos poucos detalhes que estão garantidos até o momento.

Haverá, ainda, um espaço reservado para panificação e uma coquetelaria.

A inauguração do restaurante está prevista para novembro, oferecendo almoço e jantar.

Previsão de abertura: a partir de novembro.

EMPÓRIO ÁRABE

Pão sírio, coalhada, quibes fritos, crus e kibaba - parecido com o quibe frito, porém com castanhas - são algumas das opções do Empório Árabe Al Basha, que deve abrir suas portas neste ou no próximo final de semana.

"Quero trazer um pouco mais da cultura árabe para Maringá porque não há muitas casas que trabalham com isso", observa o proprietário Rawad Yassine, 37, libanês radicado no Brasil.

Yassine fez um curso de culinária árabe com os tios que administram a Albaba, uma franquia árabe bem-sucedida de 25 anos que tem lojas em Londrina, Curitiba e São José do Rio Preto (SP).

A ideia de abrir o primeiro empório árabe de Maringá surgiu com a proximidade que ele tem com a cidade. ''Gosto muito do Brasil e de Maringá, do clima, do tempo'', afirma.

Previsão de abertura: a partir de novembro.

BOTECO DO NECO

O Boteco do Neco é o destino certo para quem gosta de tomar uma cerveja estupidamente gelada e servir-se de bolinhos de feijoada ou bolinhos de linguiça com banana, acompanhados de molhos artesanais de geleia de pimenta, laranja e molho de alho. Com uma nova franquia recém-inaugurada no Mercadão, o Boteco do Neco insiste na mesma proposta da casa na Tiradentes e do container na São Paulo: investir em uma gastronomia tipicamente brasileira e que escape do comum.

Com boas doses de criatividade, o cardápio faz uma releitura contemporânea da comida caseira. Há drinques de conserva, caipirinhas refrescantes e exóticas, além de coxinhas, linguiça caseira e cachorro-quente no palito.

Em dias quentes, a dica é explorar a diversidade de saladas, como folhas brasileiras com alcatra acebolada ou frango. De sobremesa, dadinho de tapioca com o irresistível sabor de melaço de cana ou sorvetes de banana flambada, queijo e goiabada.

A grande novidade fica por conta dos grelhados oferecidos no almoço e no jantar, com derivados de porco e frango.

Horário de funcionamento: Terça a sábado: 9h às 0h. Domingo: 11h às 23h.

PARA COMER
MERCADÃO DE MARINGÁ
Onde: Av. Prudente de Morais, 601, Zona 7.
Quando: Terça a sexta: 8h às 20h. Sábado: 8h às 18h. Domingo: 11h às 23h.

HAPPY HOUR. Garçom do Boteco do Neco, recém-inaugurado no Mercadão, tira um copo de chope cremoso —FOTOS: JC FRAGOSO
 

VEJA TAMBÉM