Apsicóloga Roseli Fagundes conviveu pouco sua avó materna, Maria Nazareth, chamada por ela de Tita. "Tinha uns 5 anos quando ela se foi, assim, de repente, como tinha que ser", conta, acrescentando que Tita, aos 92 anos, 'era lúcida feito criança'. As fatias húngaras eram sua especialidade. Ela as chamava de 'caracóis de pão'. Roseli lembra que o dia do preparo era um evento, talvez a razão pela qual a receita tinha data para ser feita: na Páscoa e no Natal.

Tita, de origem italiana, trouxe a receita de seu berço. Na verdade, há dúvidas se o pão doce é romano ou egípcio. Até na Grécia há relatos antigos sobre o preparo do pãozinho recheado em formato de caracol. Certeza mesmo é que não tem nada de húngaro. Os sticky buns, pequenos pães recheados com calda e bem úmidos, seriam comuns na Europa Medieval, quando se apresentavam ainda rústicos, bem distantes da sofisticação de hoje.

Entre os alemães, o schnecke (caracol) é um tipo de pão que lembra muito a fatia húngara, mas feito com creme de leite azedo e frutas secas com canela. Da Alemanha, a receita teria viajado por outros países europeus, incorporado outros ingredientes e finalmente alcançado o refinamento de hoje. Nesse processo de mudanças atravessou o Atlântico, provavelmente na bagagem de italianos ou portugueses, e se incorporado ao receituário brasileiro.

Por que, então, fatias húngaras? Não há uma explicação convincente para a receita que se popularizou por aqui. A tese de que foi introduzida por imigrantes húngaros não se sustenta, ainda que tenham chegado junto com os italianos, por exemplo, no final do século 19. Isso porque, antes disso, há relatos da receita por aqui. Independente de sua origem, as fatias húngaras pertencentes aquele receituário que pertence às lembranças, como atesta Roseli Fagundes.

Ingredientes
, 45 g de fermento em tablete
, 1/2 l de leite morno
, 1 xícara de açúcar
, 1 colher (café) de sal
, 2 ovos
, 1 kg de farinha de trigo
Recheio
, 4 colheres (sopa) de manteiga
, 1 xícara de açúcar
, 200 g de coco ralado

Preparo
w Para a massa, em uma tigela misture todos os ingredientes. Mexa até formar uma massa homogênea. w Deixe descansar por 10 minutos
w Para o recheio, em uma panela, coloque a manteiga e o açúcar e deixe até derreter
w Já passados os 10 minutos, polvilhe com farinha de trigo a mesa e estique a massa
w Pegue a calda de manteiga com o açúcar (frio) e adicione sobre a massa.
w Por cima polvilhe o coco ralado.
w Enrole como um rocambole. Depois corte em fatias, e coloque em uma forma, espere mais 10 minutos, para que a massa cresça mais um pouco. Leve ao forno aquecido mais ou menos por uns 30 minutos.
w Quando faltar 5 minutos para o término, acrescente 2 copos de leite e 3 colheres (sopa) de açúcar por cima das fatias. Retorne ao forno por mais 5 minutinhos