Portugal tem um Natal com sabores próprios. Nas reuniões em família, as fartas mesas lusitanas são tomadas por uma porção de maravilhas típicas, com iguarias que, até há algum tempo, eram difíceis de serem encontradas nas docerias maringaenses.

Há quatro meses na cidade, o Sabores de Portugal põe um ponto final à caça de quem tanto buscava, nessa época do ano, os tão cobiçados doces da terrinha.

Dos fornos do restaurante, que também funciona como doceria, é possível encomendar diversos clássicos, como o bolo rei - que, em Portugal, é tão tradicional que seria um equivalente ao nosso Panetone. No restaurante maringaense, o bolo rei leva figos cristalizados, raspas de limão e laranja, nozes, cajus, castanhas, uvas passas, tâmaras, damascos e amêndoas, entre outros ingredientes. Para os paladares que rejeitam frutas cristalizadas, a dica é investir no bolo rainha, à base de frutos secos.

A rabanada, que é basicamente um pão frito, leva açúcar e canela, ideal para ser saboreada entre chás e cafés, após os pratos principais.

Raríssimos de serem encontrados nas confeitarias da cidade, os filhós são surpreendentes. O bolinho de farinha de trigo batida com ovos é frito e polvilhado com açúcar e canela, e ainda leva raspas de limão siciliano e laranja, entre outros ingredientes.

Broas castelares de batata doce, coscorões e tronco de Natal completam o cardápio natalino. Todos os doces devem ser encomendados.

Sabores fixos

Além das opções natalinas, há aproximadamente 40 variedades de doces no Sabores de Portugal. Famoso, o pastel de Belém é o mais pedido, preparado com doce de ovos. O mil folhas, recheado com creme de nozes e canela, a pera mergulhada no vinho, a maçã assada no forno com canela e o molotof, um pudim com doce de ovos, adocicam o cardápio da casa lusitana.


SABORES DE PORTUGAL
Onde: Av. Mandacaru, 2034, Vila Esperança.
Restaurante: terça a domingo das 7h30 às 23h. Confeitaria: diariamente: 7h30 às 23h. Tel: 3030-0012.

Divulgação
LUSITANO. Bolo rei, do Sabores de Portugal: raro de ser encontrado na cidade.

 

VEJA TAMBÉM