Um time de peso desembarca na cidade, no dia 1º de dezembro, no Long Life Music Festival, no Parque de Exposições Francisco Feio Ribeiro. Bombástica, a programação conta com os norte-americanos do Sublime With Rome, Nenhum de Nós,Dead Fish, Zé Geraldo, Forfun e Motorocker.

Divulgação

Sublime with Rome: banda doa EUA toca no Long Life

"Maringá vai finalmente entrar na rota de grandes shows no Brasil. Nunca vi isso na cidade. São seis grandes apresentações numa mesma noite", comenta, coberto de razão, Osler Colombari, um dos organizadores do festival.

A mudança da proposta do festival é radical. Desaparecem do line-up as bandas covers e surgem, no palco, artistas consagrados com material autoral. Para que trazer um cover de Sublime with Rome se, com esforços , verba e estrutura, é possível trazer a banda original? É com essa proposta ousada que o Long Life pretende ser um divisor de águas na história da música na cidade.

Os desafios já começam neste mês, com a correria dos organizadores para estabelecer parcerias e ajeitar os custos, de forma que o público, por sua vez, não tenha de de pagar por um ingresso excessivamente caro. "Nossa proposta é cobrar um preço justo. Ainda não é possível falar em valores porque dependemos dos parceiros", justifica.

Mesmo com uma programação de primeira, Colombari lamenta algumas ausências locais, como a maringaense Cash in Flowers e as londrinenses Hocus Pocus e Terra Celta. "Precisaríamos que o festival tivesse duas noites. Só assim conseguiríamos colocar essas bandas da região que são extremamente talentosas", comenta.

As atrações do Long Life foram escolhidas com a participação do público, que sinalizou seus artistas prediletos nas enquetes pelas redes sociais. Mas a voz do povo teve limites. Tudo para que a programação não se transformasse num pastiche de festivais curitibanos.

"A programação foi pensada para que o público experimentasse um som diferente", diz, apontando a presença do cantor e mineiro Zé Geraldo. "Ele não é exatamente do rock, mas é um cantor folk, é uma lenda da MPB. Isso enriquece o Long Life", diz.

Outra surpresa são os gaúchos do Nenhum de Nós. A banda, segundo Colombari, não se apresenta na cidade há mais de dez anos. "E aquele último show foi mal divulgado, ninguém ouviu falar. O Nenhum de Nós vai tocar para o público maringaense como se fosse a primeira vez", observa.

Gringos

Há bandas para diversas tribos, mas quem fala mais alto, mesmo, é o trio Sublime with Rome. No ano passado, o grupo tocou em Curitiba e em mais sete cidades do Brasil. Desta vez, os gringos devem fechar shows em Santa Catarina e em Curitiba, além de desembarcar no Long Life.

A banda explodiu mundo afora com o hit "Santeria" no final dos anos noventa e é formada por dois membros originais do Sublime, Eric Wilson (baixo) e Bud Gaugh (bateria), além do guitarrista e vocalista Rome Ramirez. "Eles foram os mais votados nas enquetes e ganharam do Rappa. É o show que todos querem ver".